Garimpeiros voltam a invadir a Terra Indígena Vale do Javari durante pandemia da COVID-19


União dos Povos Indígenas do Vale do Javari
“Unidos pela defesa e autonomia dos povos Indígenas do Vale do Javari”

 

Garimpeiros voltam a invadir a Terra Indígena Vale do Javari durante pandemia da COVID-19

 

A Coordenação da Organização indígena UNIVAJA, em nome dos povos Marubo, Mayoruna (Matsés), Matis, Kanamari, Kulina Pano, Korubo e Tsohom-Djapá vem a público Informar aos nossos parceiros, à imprensa e demais interessados pela causa indígena sobre a presença de uma balsa de garimpo na região leste da Terra Indígena Vale do Javari, mais precisamente em um afluente do rio Jutaí, o rio Curuena. Nesse rio habita um grupo de Korubo que vive em isolamento voluntário em nossa região.

Nessa mesma região do rio Jutaí, em setembro do ano passado, houve uma grande operação de fiscalização, amplamente divulgada pelos meios de comunicação, após inúmeras denúncias do Movimento indígena, na qual foram destruídas mais de 60 balsas de garimpo com a participação Funai, lbama, Polícia Federal e Ministério Público Federal. Outro afluente do rio Jutaí, que merece destacar com esse mesmo problema é o rio Bóia, que também tem a presença confirmada de índios isolados em seu alto curso, porém vem sendo completamente destruído pela atuação do garimpo ilegal nos últimos anos. 

Neste momento é fundamental uma atuação dos órgãos de Estado competentes para retirar imediatamente esses invasores e inviabilizar seus equipamentos de destruição da vida. Negligenciar a presença dos infratores ou retardar a atuação para contê-los agora é repetir os erros de um passado recente que levou à proliferação de balsas de garimpo ilegais nessa região. A proximidade desses invasores Ilegais dos índios Isolados, nessa região do Vale do Javari, é o prenúncio de uma grande tragédia.

Estamos vivendo um momento de muita angústia por causa dessa pandemia causada pelo coronavírus e trabalhamos sem parar na tentativa de proteger nossas aldeias e nossos jovens que ainda estão na cidade de Atalaia ao Norte – AM. É nesse momento tão delicado para nossas famílias e toda a sociedade brasileira que oportunistas criminosos insistem em invadir sorrateiramente nosso território, com a possibilidade de atingir os índios isolados no interior da Terra indígena Vale do lava, 

 

Atalaia do Norte – AM, 07 de maio de 2020. 

A Coordenação da UNIVAJA

Rolar para cima